Prontuário eletrônico pré e pós operatório
bariatrica
Procedimentos
Laqueadura


Laqueadura é um processo de esterilização definitiva, o procedimento visa obstruir as tubas uterinas (ou trompas), onde o espermatozoide se une ao óvulo.


É uma cirurgia simples, na qual as trompas são cortadas e suas extremidades amarradas de tal forma que a passagem dos espermatozoides fica bloqueada na sua porção mais distal e a do óvulo bloqueada na porção mais proximal. Embora simples, ela implica a abertura da cavidade abdominal para ter acesso às trompas, diretamente ou por laparoscopia.

 

Após a cirurgia, a fecundação se torna praticamente impossível, uma vez que a abertura da cavidade abdominal é necessária, a laqueadura é normalmente realizada durante uma cesárea, mas pode ser feita fora da gravidez, desde que a mulher cumpra os pré-requisitos exigidos pela legislação. Quase 100% das mulheres que fazem laqueadura não engravidam mais. Raríssimos são os casos em que ocorre a recanalização das trompas, com subsequente gravidez.

 

Cirurgia


Os cuidados pré-operatórios são os mesmos exigidos por cirurgias convencionais: a paciente deve se submeter a exames que identificarão se ela possui alguma patologia cardiocirculatória. No dia da operação, o médico exige jejum de oito horas. Durante a cesárea, o cirurgião corta as trompas e amarra suas extremidades com um fio de algodão (material que não pode ser absorvido pelo organismo), bloqueando a passagem tanto dos espermatozoides quanto a dos óvulos. A obstrução também pode ser feita por cauterização ou por meio de anéis ou clipes cirúrgicos.

 


Fora da gravidez, a abertura do abdome pode ser feita por diversos métodos. Uma das técnicas mais empregadas é a videolaparoscopia, pois é menos invasiva: o médico administra anestesia geral e injeta gás carbônico na cavidade abdominal. Na sequência, faz pequenas incisões no abdomeda paciente para introduzir o laparoscópio. Acoplado a uma câmera, esse aparelho transmite imagens internas para um monitor por meio de fibra ótica, permitindo que o especialista faça a obstrução das trompas com facilidade.

 

Laqueadura pelo Vdeolaparoscopia


A ligadura pelo videolaparoscopia, ou laqueadura pelo umbigo, é feita por uma passagem na parede abdominal, aberta por uma incisão no umbigo de mais ou menos 0,1cm. Este é um procedimento que valoriza a estética, não deixando grandes cicatrizes no corpo da mulher, sem diminuir a eficiência da cirurgia.


A laqueadura das trompas é uma das principais indicações da laparoscopia ginecológica. É um procedimento relativamente simples e com poucas complicações.


A ligadura de trompas pelo umbigo é realizada da seguinte maneira: as trompas são cauterizadas, cortadas e suturadas. Todos esses passos são realizados para que o risco de recanalização espontânea (quando as trompas voltam a ter suas funções) seja o menor possível. Uma pequena incisão é feita no interior da cicatriz umbilical. Uma agulha é colocada e através dela é feita a insuflação do abdômen com gás carbônico. O gás empurra as alças intestinais para cima permitindo a inserção de uma ótica acoplada a uma micro-câmera com o monitor, que aumenta a visão em até 20 vezes, podendo avaliar com precisão as trompas, ovários e útero.


Quando o procedimento é finalizado, apenas um único ponto é dado na incisão do umbigo, colocando-se apenas um Band-Aid como curativo, sem necessidade de outros tipos de cobertura da cicatriz.


A laparoscopia tem baixos riscos, com uma recuperação mais rápida da mulher, menor tempo de internação e custos mais baixos. A laqueadura por videolaparoscopia não interfere nas relações íntimas nem na libido, não tem efeitos sobre o leite materno, e não apresenta efeitos colaterais.

 

Benefícios da laqueadura


A cirurgia de laqueadura não interfere nas relações íntimas e nem na libido da mulher, não tem efeitos sobre o leite materno (caso a mulher esteja ainda amamentando), e não apresenta efeitos colaterais a longo prazo ou riscos à saúde.

 

Pós-Operatório


Como a laqueadura é um procedimento simples, os cuidados que a paciente deve tomar após a operação são poucos. Se a técnica utilizada foi a videolaparoscopia, ela precisa ficar três dias em repouso, e pelo menos uma semana sem praticar atividades físicas - inclusive relações sexuais. Além disso, ela não pode dirigir por um período estipulado pelo médico.

 

A Reversão é Possível


A decisão de realizar a cirurgia deve ser tomada com ponderação e cautela, visto que a mulher está sujeita a danos psicológicos e muitas chegam a se arrepender de tê-la feito. Segundo alguns dados, cerca de 60% das pacientes que querem fazer reversão é porque mudaram de parceiro, os outros motivos principais são a perda dos filhos ou mudança nas condições financeiras.


A laqueadura é reversível em aproximadamente 80% dos casos, atingindo quase 100% quando feita por anéis.


No Brasil, a cirurgia está regulamentada pela Lei 9.263 (Lei Sobre Planejamento Familiar), de 1996 (art.226 da Constituição Federal). Segundo a Lei, para ser submetida à laqueadura, a mulher precisa ter mais de 25 anos ou dois filhos. Além disso, ela também precisa de uma reunião de planejamento familiar e entrevista com assistente social. A cirurgia também não pode ser feita logo após o parto ou a cesárea, a não ser que a mulher tenha algum problema grave de saúde ou tenha feito várias cesarianas.

 



desenvolvido por:
ENDOCAD - Centro de Endoscopia e Cirurgia do Aparelho Digestivo
© 2021.Todos os direitos reservados.